Está à procura de um visto para Uganda?

Como obter um visto para o Uganda

por Melissa Mendes | Fri 19 Mar 2021
Como obter um visto para o Uganda

Em Uganda, escondem-se gorilas-das-montanhas e segredos bem guardados, capazes de oprimir qualquer pessoa que se aventurar no país para explorá-la. A sua riqueza natural é seu principal ponto forte com maravilhas como as impressionantes savanas onde é possível avistar grandes predadores em ação enquanto viaja por belas paisagens em safari. A fauna aqui é impressionante e se falamos de animais, caminhar pela floresta impenetrável de Bwindi e tentar ver os gorilas-das-montanhas é possivelmente a experiência mais incrível que o globetrotter pode ter neste pequeno país da África Oriental. Outro habitante famoso de Uganda é o chimpanzé que pode ser "visitado" ao entrar no Parque Nacional da Floresta Kibale.
A natureza é incrível em Uganda. O Nilo, o rio mais longo do mundo, irrompe com força avassaladora no topo das cataratas de Murchison, penetrando por um desfiladeiro estreito, uma visão que faz o viajante parecer anão. Alguns trechos do rio neste Parque Nacional permitem navegar de barco para observar com satisfação desde majestosas aves até crocodilos e hipopótamos que habitam as suas águas. Uganda é selvagem no sentido mais estrito da palavra, uma condição que o visitante também deve ter para explorar um dos países mais intocados da África.

Precisa de visto para viajar para o Uganda?

Existem algumas nacionalidades isentas. É obrigatório para todos os viajantes estrangeiros que viajam para Uganda solicitar um visto de entrada no país.
Há um verificador de elegibilidade onde podemos verificar se a nossa nacionalidade requer um visto e se é adequado para se inscrever online. Os cidadãos portugueses precisam de visto e, claro, podem processá-lo online.

Categorías de vistos

Todas as pessoas que pretendem viajar para Uganda, seja para turismo, negócios, estudos, visitas, tratamento médico, etc. deve solicitar e obter uma das seguintes autorizações ou vistos:

Visto de turista

Existem 5 categorias de vistos de turista:
Visto de turista / comum de entrada única. Válido por 3 meses no país.
Visto comum / turístico com múltiplas entradas. Validade de 6, 12 ou 24 meses no país, com entradas e saídas durante o período de validade do visto solicitado.
Visto de trânsito. Válido de 1 a 7 días.
Visto para diplomatas e oficiais.
Visto de turista para a África Oriental (África Oriental), que inclui a entrada no país Uganda, Ruanda e Quênia. Válido por 3 meses para visitar os 3 países.
Esses vistos, e todas as suas categorias, são solicitados online.

Autorizações de entrada

Esta categoria de autorização permite que o requerente viva ou trabalhe em Uganda. Existem várias categorias deste visto:
Classe A - Serviços diplomáticos e serviços oficiais.
Classe A2 - Empreiteiros Governamentais.
Classe B - Investimentos na agricultura.
Classe C - Mineração.
Classe D - Negócios e comércio.
Classe E - Fabricação.
Classe F - Profissionais.
Classe G1 - Missionários e trabalhadores voluntários de ONGs.
Classe G2 - Funcionários expatriados.
Todas essas autorizações de entrada são processadas na embaixada para uma estadia de 6, 12, 24 ou 36 meses.

Licença de cidadania

Esta licença nos concede o estatuto de ser um cidadão de Uganda e, como tal, terá o direito de viver, estudar ou trabalhar no país.

Autorização de residência

Esta autorização permite que o requerente viva e trabalhe em Uganda por um determinado período. O período varia de 5 a 10 anos.
Para solicitar esta categoria de licença, deve cumprir os requisitos exigidos pelas autoridades governamentais, e que devemos nos informar na embaixada do país.

Licença de estudante

Esta licença nos permitirá viver e estudar em Uganda por um período específico de tempo. Devemos processar na embaixada, anexando toda a documentação do treino que vamos fazer no país.

Permissão para dependentes

Esta autorização permitirá que uma pessoa que por motivos de deficiência não possa viajar sozinha, acompanhe-os nas suas viagens. Existem 4 categorias para esta categoria de passe:
Ordinário.
Escriturário de um diplomata.1
Escriturário de um oficial.
Dependiente de Uganda.

Permissão especial

Esta autorização permitirá que uma pessoa viaje temporariamente para Uganda para receber tratamento médico, cumprir um contrato de trabalho ou dar margem de tempo para solicitar um procedimento de imigração.

Como solicitar um visto para o Uganda?

Para solicitar o visto ou qualquer uma das autorizações que mencionamos acima, podemos fazê-lo dependendo do tipo de autorização, de 3 formas totalmente diferentes:
À chegada (à chegada ao aeroporto).
On-line (através da Internet).
Em pessoa (indo para a embaixada mais próxima).
Para obter um visto de turista, a forma mais fácil e recomendada é processá-lo online. Assim evitaremos filas e possíveis contratempos, já que levaremos a nossa autorização de entrada aprovada.
Se optarmos por processá-lo na chegada ao aeroporto, devemos nos certificar de trazer toda a documentação necessária, pois infelizmente não teremos margem para erros.
Quando não é um visto de turista, mas sim autorizações mais complexas, devemos processá-lo através da embaixada mais próxima do nosso local de residência.
Devemos ter em mente que um pedido aprovado não garante 100% de entrada em Uganda, se tivermos mentindo ou omitindo parte da verdade, quando os despachantes a verificarem, não poderemos acessar o país.

Quem precisa de visto para Uganda?

Os cidadãos com nacionalidade portuguesa (e europeia) precisam de visto para viajar para o Uganda. Existem algumas nacionalidades que não têm visto ou têm restrições, pode verificar isso neste verificador de nacionalidade. Se a sua nacionalidade não constar nesta tabela, deve dirigir-se ao consulado ou embaixada mais próximo para prosseguir com os nossos procedimentos.

Quais são os requisitos para solicitar um visto para o Uganda?

Os requisitos para se candidatar às diferentes categorias de autorizações e vistos variam de um para outro. Cada visto ou licença tem uma necessidade diferente. O visto mais processado é o visto de turista nas suas diferentes variáveis:

Visto de turista de entrada única

- Cópia do passaporte (com validade mínima de 6 meses).
- Certificado de vacinação (febre-amarela).
- Fotografia tipo passaporte recente.

Visto de turista com múltiplas entradas

6 meses
- Passaporte com validade mínima de 6 meses.
- Fotografia tipo passaporte recente.
- Autorização policial válida do país de origem.
- Evidência de entradas e saídas de Uganda no ano passado.
-  Carta de recomendação de uma pessoa de Uganda.
- Carta de apresentação explicando os motivos pelos quais precisamos de várias entradas.
- Certificado de vacinação (febre-amarela).
12 meses
- Passaporte com validade mínima de 6 meses.
- Foto atual em tamanho de passaporte.
- Autorização policial do país de origem.
- Certificado de vacinação (febre-amarela).
- 2 cartas de recomendação de Uganda.
- Carta de apresentação com os motivos de várias entradas e saídas.
24 meses
- Passaporte com validade mínima de 6 meses.
- Fotografia tipo passaporte recente.
- Autorização policial do país de origem.
- Prova de entradas e saídas em Uganda no ano passado.
- 2 cartas de recomendação de um cidadão de Uganda.
- Carta de apresentação informando os motivos de várias entradas.
- 2 cartas de recomendação para um estatuto oficial de Uganda.
- Certificado de vacinação contra febre amarela.

Visto de trânsito

- Passaporte com pelo menos 6 meses de validade.
- Uma carta indicando o motivo do trânsito e o país de destino.
- Certificado de vacinação contra febre amarela.
- Fotografia tipo passaporte recente.

Visto de turista na África Oriental

- Roteiro de viagem.
- Bilhete de volta.
- Certificado de vacinação (febre-amarela).
- Cópia do passaporte com 6 meses de validade mínima.
- Fotografia recente.

Visto para titulares de passaportes diplomáticos e oficiais

Diplomático
- Passaporte diplomático com pelo menos 6 meses de validade.
- Nota diplomática de acreditação.
- Certificado de vacinação contra febre amarela.
Oficial
- Documentos comprobatórios do visto oficial.
- Fotografia tipo passaporte recente.
- Passaporte com pelo menos 6 meses de validade.
- Certificado de Vacinação de Febre Amarela.
Para licenças mais longas, entrada, cidadania, trabalho, etc., devemos ir à embaixada de Uganda no nosso país. A documentação para essas licenças de longa permanência varia de caso para caso.

O visto de Uganda pode ser modificado após processado?

Uma vez que o pedido é submetido e a aprovação está em andamento, infelizmente, o aplicativo não pode ser modificado a menos que o oficial de imigração que o estuda solicite informações adicionais. A inscrição pode ser cancelada a qualquer momento, porém a taxa paga nunca será reembolsada.
As autoridades governamentais não fazem reembolsos se nós cancelamos conforme a nossa vontade.
Não pode solicitar um novo visto se tivermos um válido com o mesmo passaporte, pois teremos que esperar que ele expire. Caso seja necessário processar outro enquanto o tivermos em vigor, só o podemos fazer através da embaixada.

Quanto custa o visto para Uganda?

As taxas governamentais variam a depender do tipo de visto ou permissão que escolhemos:
Licença de cidadania
- Estadía longa: 1.000 USD
- Casamento: 100.000 UGX
- Geral: 100.000 UGX
Visto para titulares de passaportes diplomáticos e oficiais
- Diplomático / Oficial: sem custo de taxas governamentais.
Visto comum / turístico
- Entrada única (somente pagamento online): 50 USD
Visto de entradas múltiplas
- Por 6 meses (somente pagamento online): 100 USD
- Por 12 meses (somente pagamento online): 100 USD
- Por 24 meses (apenas pagamento online): 200 USD
Visto de trânsito
- Trânsito (apenas pagamento online): 50 USD
Visto de turista na África Oriental
- Visto de turista para a África Oriental (apenas pagamento online): 100 USD
Todos os pagamentos online estão sujeitos a uma sobretaxa de 3% do governo.

Com que antecedência devo solicitar um visto para Uganda?

Após concluído o processamento, o tempo de processamento pelos agentes governamentais é de cerca de 4/5 dias úteis.
Todos os vistos cuja data de entrada é há 72 horas não podem ser processados. Devemos solicitar o nosso visto com no mínimo 4 dias úteis.
No entanto, é aconselhável solicitá-lo com pelo menos 15 dias de antecedência.

Quais são as fronteiras de entrada para Uganda?

Uganda é um país localizado no coração da África, fazendo fronteira com o Sudão do Sul (ao norte), com o Quénia (ao leste), com a Tanzânia e Ruanda (ao sul) e com a República Democrática do Congo (para o oeste).
Uganda tem vários aeroportos para entrada no país. O principal é o Aeroporto Internacional de Entebbe. Também podemos chegar ao país através do aeroporto de Gulu, do aeródromo de Kajaani, do aeródromo de Tororó, do aeroporto de Huen e Lira. Ele também pode ser acessado através dos cruzamentos de fronteira na Rodovia do Quénia que passa por Busia e Malabá.

É necessário se vacinar para viajar para Uganda?

Para entrar no país, é necessário apresentar o certificado de vacinação contra febre-amarela.
A vacina contra a febre-amarela é obrigatória para todas as idades e nacionalidades. Vacinas com tétano-difteria / tétano-difteria-coqueluche, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e hepatite A também são recomendadas.

Qual é a moeda do Uganda?

A moeda oficial de Uganda é o Xelim de Uganda (UGX), uma das moedas mais desvalorizadas do mundo. Por esse motivo, é recomendável trazer dólares americanos para fazer o troco. Também pode fazer a mudança do euro, embora sejam menos usados, e possivelmente nos tornem uma mudança pior. Não há restrições ao câmbio de moeda no país.
As notas em xelim são 1.000, 2.000, 5.000, 10.000 e 50.000. As moedas são 50, 100, 200 e 500. O pagamento por cartão de crédito não se estende a todas as regiões ou lugares. Não é aconselhável pagar com eles, exceto em hotéis ou estabelecimentos turísticos e controlados.

Qual é a melhor época para viajar para o Uganda?

O clima temperado e uniforme de Uganda torna um país adequado para ser visitado em qualquer época do ano.
As temperaturas médias variam de 20 °C a 30 °C. Isso se deve principalmente à altitude, porém, no norte o clima seco é mais seco, com temperatura média de 33 °C. No sul e nas margens dos lagos, as temperaturas são mais moderadas, com média de 20° C e mais precipitação.
Por outro lado, Uganda tem duas estações secas, uma de dezembro a fevereiro e a outra de junho a agosto. Outra coisa a lembrar é que, na região Nordeste do país, próximo ao sul do Sudão, o clima é semi-árido. Embora Uganda possa ser visitada durante todo o ano, há meses que devem ser evitados.
Se quer ter a melhor época para visitar o país, aconselhamos que viaje entre junho e setembro. As temperaturas não são tão altas e quase não chove. De outubro até o final de novembro, por outro lado, há mais hipóteses de chuva, mas tem a vantagem de ter mais facilidades para ver os gorilas.
No entanto, muitos viajantes concordam que a melhor época para viajar para Uganda é no final de dezembro ou também no final de fevereiro. Nesse período, o clima é geralmente seco e quente. Outra boa época para a sua viagem é no período de meados de junho a meados de agosto.

É seguro viajar a Uganda?

Uganda é relativamente seguro para visitar e, após 25 anos de governo de Yoweri Museveni, o país está finalmente estável. Kampala, sua capital, lentamente se tornou um importante centro comercial para a África Oriental.
Mas embora este país seja geralmente seguro, existem muitos perigos que podem afetar um turista, então deve ter muito cuidado. Existem algumas partes de Kampala que podem ser inseguras e os turistas são aconselhados a seguir o caminho mais conhecido.
Além disso, nunca deve mostrar os seus equipamentos de alta tecnologia, câmaras, jóias, bolsas, etc. As formas mais comuns de crime que encontrará em Uganda são roubo de bolsa, roubo de bolsa e roubo de veículos, tanto ocupados quanto desocupados, mas raramente envolvem violência. Como em qualquer área urbana, partes de Kampala podem ser inseguras.
Ficar em áreas turísticas é recomendado, mas visitantes sensatos sem as câmaras mais recentes, joias chamativas ou bolsas volumosas provavelmente não atraem atenção indesejada. Só haverá violência se a vítima tentar resistir e se recusar a entregar os seus objetos de valor.

Dicas importantes para viajar para Uganda

- Uganda é um país onde a homossexualidade não é permitida e é ilegal hoje. Devemos ter cuidado para não mostrar afeto em público (especialmente em pessoas do mesmo sexo) para evitar maiores problemas.
- Não devem ser tiradas fotografias de locais oficiais, militares ou diplomáticos, incluindo “Owen Falls Dá" na nascente do Nilo, perto de Jinja.
- Não é permitido fumar em espaços públicos. Em 2004, Uganda proibiu o uso de tabaco nesses espaços, embora pareça que a lei não seja aplicada com muito rigor, é melhor não arriscar.
- É aconselhável não usar jóias ou objetos de muito valor visível que possam atrair o olhar de curiosos.
- Em viagens rodoviárias é aconselhável (praticamente obrigatório) manter os fechos do carro fechados e os vidros levantados. Nunca deixamos objetos de valor no carro à vista de todos.
- Devemos sempre beber água mineral engarrafada. Não é aconselhável levar gelo, a menos que nos certifiquemos de que é água potável.
- Nunca devemos tomar banho no Lago Vitória. Bilharzia (uma espécie de verme) habita sua água, o que pode causar uma doença parasitária grave.
- A tensão em Uganda é de 240 Volts e uma frequência de 50 Hz. O tipo de plugue usado é o Tipo G, portanto, é aconselhável levar adaptadores de energia deste estilo.


Sobre o autor
Melissa Mendes

Melissa Mendes
Olá, o meu nome é Melissa, sou uma pessoa dinâmica e adoro viajar. Quando não posso viajar, gosto de ler e aprender sobre a cultura de diferentes países e desta forma ajudar todas as pessoas que como eu gostam de viajar, ajudando assim a poder conhecer e descubrir os países que vão ou querem visitar.


Pode também estar interessado em

Obtenha o seu visto

Está à procura de um visto para Uganda?